30 mil passageiros são afetados por paralisação de rodoviários em Aracaju


» Siga o MELHOR conteúdo do @radialistapessoa no Instagram e fique por dentro de tudo que acontece em sua cidade.

Foram 30 mil passageiros afetados diretamente e 140 mil indiretos, principalmente na Zona de Expansão da capital, devido à paralisação de cerca de 900 trabalhadores de três empresas do Grupo Progresso, iniciada na madrugada desta quinta-feira (14) em Aracaju. As informações são do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Aracaju (Setransp).

Em nota, o sindicato referiu que com a suspensão do serviço 146 autocarros circulares passam a 43 linhas, deixando os terminais lotados.

De acordo com a Setransp, as outras quatro transportadoras ainda estão em operação, tentando atender passageiros nas regiões afetadas, mas não há previsão de retomada da circulação regular.

Os trabalhadores informaram que a paralisação foi causada por atrasos recorrentes em salários e benefícios ocorridos no mês de setembro, que afetaram motoristas, cobradores e equipes de manutenção.

“Se ele [o responsável pelas empresas] Como você pagaria seu salário de setembro em 30 de outubro, como seria o seu salário de outubro? A categoria não aguenta mais. Tem gente que está sem água, sem energia, que mora de aluguel e o dono jogou fora ”, disse Marcos Sérgio Santos.

Sobre a situação, Setransp diz que o transporte, que vinha enfrentando dificuldades e está sofrendo diretamente com os efeitos econômicos negativos da nova pandemia do coronavírus, com o acúmulo de dívidas com fornecedores, entrava no pagamento da folha de pagamento.

Deixe uma resposta