Animais de grande porte apreendidos em Aracaju podem ser adotados


» Siga o MELHOR conteúdo do @radialistapessoa no Instagram e fique por dentro de tudo que acontece em sua cidade.

Animais de grande porte capturados pelo Centro de Apreensão de Animais, de Aracaju, podem ser adotados se os responsáveis ​​não os contatarem para recuperação. As informações são da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), que realiza o serviço.

O centro abriga animais abandonados em vias públicas, como cavalos e gado, após reclamações ou mesmo em rondas de rotina.

No local, a condição física dos animais é avaliada por um veterinário, e os sadios são conduzidos a uma pastagem, onde aguardam seus responsáveis, recebendo ração e água. Quinze dias após a captura, caso o responsável não faça contato para resgatar o animal, o órgão habilita automaticamente a adoção de quem estiver sadio.

“Há uma lista de espera para adoção porque nem todos os animais que apreendemos estão em condições de serem adotados. Freqüentemente, eles chegam tão exaustos que não conseguem sobreviver por muito tempo depois de serem capturados. Mas, como temos médico veterinário e todos os apreendidos recebem atendimento, procuramos nos abrir para essa adoção responsável, quando possível ”, disse a diretora de espaços públicos e suprimentos da e Emsurb, Bira Rabelo.

Um critério estabelecido para a disponibilização da adoção é que o interessado na adoção não seja residente em Aracaju e nos municípios do entorno da capital (São Cristóvão, Barra dos Coqueiros, Nossa Senhora do Socorro).

“Isso porque cerca de 90% dos animais que doamos às pessoas que moram em Aracaju ou em um desses municípios acabam voltando às ruas, depois de um tempo”, informou o diretor.

Seguindo o critério primário, o interessado, munido de documento de identificação e comprovante de residência, entra no protocolo de adoção no Conselho de Espaços Públicos e Abastecimento da Emsurb e aguarda o contato das equipes, que será feito quando houver um animal disponível.

Neste ano, até 23 de setembro, 825 animais foram apreendidos e cerca de 98% deles foram resgatados por seus responsáveis.

Para a devolução do animal, a agência cobra uma taxa de apreensão de R $ 100, que inclui o custo do transporte, além de uma diária de R $ 60. Caso o animal necessite de tratamento médico, é acrescida outra taxa, no valor de R $ 60. No Centro de Apreensão os animais ficam disponíveis para resgate pelos proprietários por um período de 15 dias.

Para denunciar animais soltos ou abandonados nas vias públicas de Aracaju, basta entrar em contato com a equipe da Central de Apreensão pelo telefone (79) 99151-0315 ou pela Ouvidoria da Emsurb, pelo telefone (79) 3021-9908, segunda sexta feira, das 8h às 8h 12h00 e 14h00 às 17h00.

Deixe uma resposta