As negociações longas e curtas são uma forma de especulação?

As negociações longas e curtas são uma forma de especulação?



O conteúdo a seguir foi enviado no dia 29 de abril aos assinantes da newsletter da InfoMoney. Para receber as próximas edições da newsletter, cadastre-se gratuitamente deixando seu e-mail no campo abaixo:

Boletim informativo sobre dinheiro

Informações, análises e recomendações que valem dinheiro, todos os dias no seu e-mail:

check_circle_outline
Seu cadastro foi bem sucedido.
error_outline
Erro inesperado, tente novamente em alguns instantes.

Existem várias maneiras de ganhar dinheiro com ações. A mais tradicional é a valorização dos títulos no longo prazo. Há também quem investe em renda variável de olho na distribuição de dividendos. E mesmo aqueles que apostam em movimentos de curto prazo, focando em pequenas variações de preços.

Entre as estratégias possíveis estão as operações “long and short” ou “long and short”. Em linhas gerais, consiste em comprar e vender pares de ações simultaneamente, buscando lucrar com os diferentes comportamentos esperados de cada uma delas.

Operações desse tipo costumam ser de curto prazo – mas são uma forma de especular no mercado?

Essa é a pergunta que o leitor Eduardo enviou. Ele e os outros assinantes da newsletter InfoMoney recebeu a explicação na edição de 29 de abril. batismo Resposta InfoMoney, a newsletter dedica as sextas-feiras para responder às perguntas dos investidores. Verificação de saída:

• Gostaria de saber se as operações “long and short” são consideradas uma forma de especulação.
Eduardo L.

Bruno Komura, analista da Ouro Preto Investimentos, explica que o movimento conhecido como “longo” é o dos longos, que adquirem uma ação e se posicionam nela, esperando que ela se valorize.

O chamado “short” é exatamente o contrário: o investidor que aposta na queda vende uma ação. Para fazer isso, você normalmente tem que alugar ou pegar emprestado o papel de outro investidor para negociar no mercado. Após a queda da ação, o investidor a recompra no mercado para devolvê-la ao tomador – e ganha com a diferença entre as cotações.

Na visão de Komura, as operações “longas e curtas” são de fato especulativas por natureza.

Negociar longo em uma ação e curto em outra envolve riscos. Se o mercado se comportar de forma diferente do que o investidor esperava, ele pode ter perdas não apenas em uma, mas nas duas partes da operação. Isso é o que acontece quando o estoque longo cai e o estoque curto sobe.

No entanto, Komura ressalta que, dependendo das condições em que o “long and short” é executado e com quais ativos, o risco pode ser mitigado.

Na visão do analista, a operação “long and short” menos arriscada é realizada com ações de uma única empresa. Um exemplo seria comprar ações ordinárias da Petrobras (PETR3) e vender os preferidos (PETR4). “O risco é menor porque geralmente as ações de uma mesma empresa têm retornos semelhantes”, avalia.

Um risco intermediário, por outro lado, seria ir “long and short” entre setores, comprando e vendendo com ações de empresas diferentes, mas do mesmo setor. Por exemplo, apostar na alta do Bradesco (BBDC4) e a queda do Itaú (ITUB4).

“Como são empresas semelhantes, é muito difícil ver uma decorrelação muito grande, exceto na época do balanço”, diz Komura.

O maior risco está no “long and short” com ações de empresas de diversos setores – como a Vale (VALE3) e Lojas Renner (LREN3).

Komura destaca que, embora as operações sejam mais especulativas, uma boa análise fundamentalista – que permite entender melhor a empresa e o que impacta no seu desempenho – pode ajudar na hora de escolher entre comprar ou vender.

“No ‘long and short’, a direção do mercado não importa. O que importa é como o estoque longo se moverá em relação ao curto”, diz ele.

Quer participar da próxima edição da newsletter? Envie sua dúvida sobre investimentos para o e-mail onde_investir@infomoney.com.br.

Boletim informativo sobre dinheiro

Informações, análises e recomendações que valem dinheiro, todos os dias no seu e-mail:

check_circle_outline
Seu cadastro foi bem sucedido.
error_outline
Erro inesperado, tente novamente em alguns instantes.

a postagem As negociações longas e curtas são uma forma de especulação? apareceu primeiro em InfoMoney.

Deixe uma resposta