» Siga o MELHOR conteúdo do @radialistapessoa no Instagram e fique por dentro de tudo que acontece em sua cidade.
A ansiedade é um sentimento natural diante de situações de medo, dúvida ou expectativa. É normal que a ansiedade se manifeste momentos antes de uma entrevista de emprego, um primeiro encontro com alguém especial, uma viagem a um lugar desconhecido ou um revés financeiro. Nessas situações, a ansiedade desempenha o papel de preparar o indivíduo para o enfrentamento das adversidades e, mesmo que não seja superada, facilita a adaptação às novas circunstâncias da vida.

De acordo com o manual para classificação das doenças mentais (DSM.IV), o Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG) é uma alteração caracterizada por “preocupação excessiva ou expectativa ansiosa” persistente e de difícil controle.

Quanto tempo dura esse distúrbio?

Este distúrbio dura pelo menos 6 meses e é acompanhado por três ou mais dos seguintes sintomas:

inquietação;

fadiga;

irritabilidade;

Dificuldade de concentração;

tensão muscular;

distúrbios de sono.

Vale ressaltar que o grau de ansiedade não é proporcional aos fatos causadores do transtorno. Gera muito sofrimento e afeta o bem-estar e o desempenho em todas as áreas da vida.

O GAD pode afetar pessoas de todas as idades, sendo mais comum em mulheres.

Quem tem o TAG tem direito ao subsídio de doença?

O TAG em seu nível mais alto pode causar complicações como: paralisia temporária, palpitações, falta de ar, entre outras. Esses sintomas impossibilitam o trabalhador de continuar a exercer suas funções normalmente, fazendo com que o cidadão que sofre de ansiedade possa solicitar o auxílio-doença (benefício concedido pelo INSS para o trabalhador que apresentar incapacidade temporária para o exercício da atividade laboral).

É importante destacar que a ansiedade por si só não é o motivo do auxílio, mas sim a consequência que ela causa (invalidez temporária)

Quais são os requisitos para se inscrever no Sick Pay?

Para solicitar subsídio de doença, você deve atender aos seguintes requisitos:

Incapacidade temporária – ficar incapacitado e afastado do trabalho por mais de 15 dias consecutivos, ou dentro de 60 dias após a mesma doença.

Carência – mínimo de 12 meses de contribuição ao INSS.

Importante: Existem alguns casos em que esse horário não é obrigatório, como em algumas doenças, acidentes de qualquer natureza ou acidentes de trabalho.

Ter a qualidade de segurado – acontece quando, mesmo sem contribuir, o cidadão ainda é amparado pelo INSS. Esse período é de 12 meses, após a última cobrança, e pode ser estendido para 24 meses (quando o segurado tem mais de 120 cobranças), ou 36 meses (mais de 120 cobranças e o segurado foi dispensado do último emprego).

Um trabalhador com diagnóstico de TAG pode se inscrever para aposentadoria por invalidez?

A aposentadoria por invalidez é um benefício concedido ao trabalhador em situação de incapacidade permanente para o exercício da atividade laboral, não podendo ser transferido para outra função.

Para que o trabalhador com diagnóstico de TAG garanta esse direito, é necessário comprovar sua condição, por meio de laudos médicos, exames, atestados, entre outros. Também será necessário que a pessoa se submeta a exame médico realizado pelo INSS.

Fonte: jornal de contabilidade

    .

Deixe uma resposta