» Siga o MELHOR conteúdo do @radialistapessoa no Instagram e fique por dentro de tudo que acontece em sua cidade.
O auxílio-inclusão refere-se a um benefício de meio salário mínimo (R $ 550 em 2021) destinado a beneficiários do BPC / LOAS que conseguirem vaga de trabalho com carteira de trabalho assinada.

O Benefício de Prestação Continuada (BPC) é instituído pela Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS) e destina-se a pessoas com mais de 65 anos e pessoas com deficiência física, mental, intelectual ou sensorial. Os premiados irão receber o equivalente a um salário mínimo (R $ 1.100).

Como medida para incentivar as pessoas com deficiência a conseguirem empregos com carteira assinada, o Governo Federal desenvolveu o Auxílio à Inserção. Assim, logo após a conquista de um novo vaga de trabalho, o beneficiário deixará de fazer parte do BPC, incluído no novo benefício, e receberá R $ 550 em vez dos R $ 1.100 pagos no programa.

No entanto, caso o beneficiário perca o vaga de trabalho, não há motivo para alarde, pois ele será automaticamente reinserido no BPC, ou seja, sem a necessidade de qualquer ação do beneficiário. O subsídio de inserção está em vigor desde 1º de outubro.

Quem pode solicitar o Subsídio de Inserção?

Para aderir ao subsídio de inserção, é necessário, primordialmente, atender aos critérios exigidos pelo Benefício em Dinheiro Continuado. Veja o que são:

Ser ancião com 65 anos ou menos; Ou

Ser portador de qualquer deficiência física, mental, intelectual ou sensorial independente da idade;

Ter renda de, no máximo, ¼ do salário mínimo (R $ 275 em 2021) por pessoa que integre o grupo familiar;

Estar devidamente cadastrado no Cadúnico;

Ser um brasileiro nativo;

Obs: Ressalte-se que o Benefício em Dinheiro Continuado tem caráter assistencial e não requer contribuições previdenciárias, apesar de ser intermediado pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Além de que, para além de estar abrangido pelas regras anteriores, o subsídio de inserção exige mais alguns critérios para a sua atribuição. Veja abaixo:

Ter as notícias cadastrais contidas no Cadúnico devidamente atualizadas;

Ter ou ter recebido o BPC em algum instante nos últimos cinco anos, além de continuar atendendo aos requisitos do referido benefício;

No novo vaga de trabalho, a remuneração máxima permitida é de até dois salários mínimos (R $ 2.200 em 2021).

Obs: Vale ressaltar que o auxílio-inclusão não faz parte da base de cálculo da renda familiar para manutenção ou liberação do BPC.

Como solicitar assistência de inserção?

Aqueles que atenderem aos requisitos exigidos e desejarem solicitar o auxílio-inclusão, deverão estar com o CPF e os dados cadastrais já atualizados. Pois, o pedido pode ser feito através do site ou app My INSS (Disponível para IOS e Android).

Outra opção, fora do ambiente online, é ligar para a Central de Atendimento do INSS no número 135. Esse proximidade é provável de segunda a sábado, das 7h às 22h.

Fonte: jornal de contabilidade

    .

Deixe uma resposta