Banco do Brasil compra créditos de carbono para compensar 55 mil toneladas por R$ 1,08 milhão #economia

Link do nosso grupo simhttps://chat.whatsapp.com/EYIF9MIL0C9Ksg3Ju1VBsk


A Banco do Brasil (BB) adquiriu, por meio de licitação pública, créditos de carbono equivalentes a 55 mil toneladas de CO2, pelo valor de R $ 1,08 milhão. O contrato, assinado com a Investimentos ambientais biofílicos permitirá ao banco compensar as emissões geradas com a utilização de veículos corporativos, ar-condicionado e combustível para geradores de energia elétrica.

Os créditos são provenientes do projeto de gestão de gás do aterro Bandeirante, localizado na região metropolitana de São Paulo, e são reconhecidos pela Mecanismo de Desenvolvimento Livre (CDM), implementado pelo protocolo de Kyoto.

Em maio, o BB havia adquirido 523,9 mil certificados internacionais de créditos de carbono do tipo I-RECS (Certificado Internacional de Energia Renovável) que, juntamente com as emissões de suas usinas fotovoltaicas em Minas Gerais e Pará, compensam todas as emissões geradas pelo consumo de energia elétrica de suas instalações.

Com isso, o BB chega ao final de 2021 com a compensação de todas as emissões diretas de escopo 1 e 2, que incluem as provenientes de fontes que pertencem ou são controladas pela organização, como veículos e aparelhos de ar condicionado, além do consumo de energia elétrica .

De acordo com o banco, dos créditos de carbono adquiridos, 27 mil compensarão as emissões de 2020, enquanto o restante será utilizado para compensar as emissões de 2021, que ainda estão sendo contabilizadas.


.

Deixe uma resposta