C&A tem recuperação das vendas ofuscadas devido à alta da inflação

C&A tem recuperação das vendas ofuscadas devido à alta da inflação


Apesar do cenário econômico complicado, com alta inflação e dois juros básicoso varejista de moda AQUI afirma ter observado uma tendência positiva no segundo trimestre, disse hoje o presidente Paulo Correa.

“Apesar de todas as pressões inflacionárias sobre os custos das matérias-primas, conseguimos recuperar as margens”, disse Correa em teleconferência com analistas.

A empresa, que abriu duas novas lojas no primeiro trimestre e fechou outras duas lojas de rua, no Rio de Janeiro e em Natal, no mesmo período, informou que ainda está em andamento o plano de abertura de 20 a 25 novas lojas por ano. No primeiro trimestre, a C&A atingiu 319 lojas no país.

A varejista destacou ter atingido 1 milhão de cartões digitais C&A Pay neste mês de maio. Correa comentou que o índice de inadimplência dos cartões (3,5%) tem sido melhor do que o esperado.

O diretor financeiro, Milton Lucato Filho, disse que “a inflação vem ofuscando a recuperação das vendas”.

A varejista registrou prejuízo líquido de R$ 152,7 milhões entre janeiro e março, ante lucro líquido de R$ 751,4 milhões um ano antes.

Lucato Filho prevê uma recuperação da margem Ebitda ao patamar pré-pandemia entre o final de 2023 e o início de 2014 e uma margem bruta de mercadorias melhor do que em 2021.

O executivo destacou ainda que o total de investimentos realizados pela C&A, em 2022, ficará abaixo dos R$ 680 milhões investidos em 2021. “Chegou a hora de colher os frutos desses investimentos”, disse.

A empresa lembrou ainda que acumulou caixa para uma “importante amortização de dívida em 2023”. A emissão de R$ 250 milhões em notas comerciais, anunciada em meados de março, e a emissão de R$ 600 milhões em debêntures, anunciada em meados de abril, fazem parte da estratégia.

1 de 1 C&A: Inflação ofuscou a recuperação das vendas — Foto: Gustavo Azeredo/Agência O Globo

C&A: Inflação ofuscou a recuperação das vendas — Foto: Gustavo Azeredo/Agência O Globo

Deixe uma resposta