» Siga o MELHOR conteúdo do @radialistapessoa no Instagram e fique por dentro de tudo que acontece em sua cidade.

César Tralli (Foto: Reprodução)

Responsável por um dos maiores telejornais do país, César Tralli entra diariamente nas telas dos brasileiros para levar informações de norte a sul do país. No entanto, quem vê a âncora com frequência em Vênus Platina dificilmente imagina os problemas que o famoso homem passa por trás das câmeras para conseguir conciliar sua vida pessoal e profissional.

+ Conheça detalhes e fotos da programação diária do Faustão na Band

+ Marcos Mion leva quadro de Faustão para o novo Caldeirão; sabe qual

Em suma, o jornalista até chorou enquanto se escondia no elevador por sentir saudades da filha. Além disso, o marido de Ticiano Pinheiro também tem uma longa jornada de trabalho e passa quase todas as horas do dia fora de casa. Pensando nisso, nós fazemos O canal decidimos reunir alguns fatos curiosos sobre o veterano. Verificação de saída:

César Tralli tem um dia de trabalho exaustivo

Um dos maiores profissionais do jornalismo da Globo, César Tralli é requisitado tanto na TV aberta quanto na fechada. Na verdade, por trabalhar incansavelmente, o âncora passa mais tempo no trabalho do que em casa.

Apesar de estar em um grande momento profissional, muitas vezes acaba se sentindo exausto, pois não consegue conciliar a vida pessoal com a profissional. Em entrevista a Mauricio Stycer, do UOL, ele falou sobre a jornada de doze horas que faz diariamente e foi uma surpresa.

“Tem sido muito interessante, muito mais por causa da diferença no estilo das notícias na TV do que por causa da minha carga de trabalho. Sempre fui “workaholic” e acho que é algo da minha geração. Comecei na imprensa, passei para o rádio, depois para a televisão e sempre tive essa característica de gostar de trabalhar muito. Portanto, trabalhar dez, doze horas por dia nunca foi um problema para mim. Mesmo quando eu estava apenas fazendo “SP1“, eu estava sempre andando pela cidade à tarde para encontrar fontes, encontrar pessoas que trazem informações importantes para mim. E agora, a grande mudança na minha rotina de vida tem sido, de fato, ficar dentro da rede por essas doze horas. Chego por volta das 7h30 e fico até por volta das 20h30. São quase treze horas de trabalho diário de segunda a sexta-feira ”, disse César Tralli.

chorando no elevador

Diante da rotina desgastante, o jornalista muitas vezes nem consegue acompanhar o crescimento da filha com Ticiane Pinheiro. Assim, às vezes ele se pega chorando no elevador pela realidade em que vive, onde está no auge da carreira, mas sente falta de parte da vida pessoal e de momentos importantes como os primeiros anos da herdeira,

“Eu mal consigo ver minha garotinha de dez meses. Às vezes eu saio de casa pela manhã, ela tá acordando, dou um beijo nela. E já me peguei entrando no elevador chorando de saudade. Penso no meu pai e na minha mãe e também me sinto mal. É um momento. Teremos que manter a cabeça em ordem para passar por isso ”, disse César Tralli.

César Tralli

César Tralli (Foto: Reprodução)

Deixe uma resposta