» Siga o MELHOR conteúdo do @radialistapessoa no Instagram e fique por dentro de tudo que acontece em sua cidade.
A Chapecoense esteve muito perto de conquistar a primeira vitória após cinco rodadas de jejum no Brasileirão. Jogando em casa, a equipe venceu o Atlético-PR até os 43 minutos do segundo tempo, quando o volante Christian deixou tudo igual para o Furacão. A partida terminou empatada em 1-1.

Como resultado, Chape permanece na parte inferior da tabela, dependendo de um milagre para escapar do rebaixamento. O Atlético, com o empate, mesmo não sendo o que procurava, está um pouco mais próximo do G6 da competição.

Para a próxima rodada, o Chape enfrenta o Fortaleza, em casa, neste sábado. No domingo, o Furacão recebe o Fluminense no Paraná, adversário direto na tabela.

O jogo – Mesmo em seus domínios, a equipe do Chape viu o time visitante controlar a bola logo na primeira fase do jogo. Ainda assim, o furacão ofereceu pouco perigo para a lanterna do campeonato.

Com a estratégia reativa, a equipe do Condá criou a melhor oportunidade do tempo de largada – com Mike se oferecendo atrás da última linha de marcadores, e exigindo um verdadeiro milagre do Santos.

No intervalo, os adversários brigaram a caminho do vestiário. Na volta a campo, Nikão precisou de dois minutos para acertar a barra de alviverde.

O Chape foi crescendo aos poucos e respondendo com Matheus Ribeiro – o lateral arrancou numa bela jogada individual, marcou com Anderson Leite e finalizou no fundo da rede.

O placar se manteve em 1 a 0 até o final da partida, quando, aos 43 minutos do segundo tempo, Christian aproveitou o cruzamento de Kellven para finalizar e balançar a rede, deixando tudo igual na partida.

FICHA DE DADOS
CHAPECOENSE 1 X 1 ATLETISMO-PR

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Encontro: 13 de outubro de 2021 (quarta-feira)
Cronograma: 19:00 (Brasília)
Juiz: Luiz Flavio de Oliveira (Fifa-SP)
assistentes: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP) e Gustavo Rodrigues de Oliveira (SP)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (Fifa-SP)
Cartas amarelo:

CHAPECOENSE: Busanello, Moisés Ribeiro, Anderson Leite e Rodrigo Silva;

ATLÉTICO-PR: Thiago Heleno, Zé Ivaldo, Richard, Pedrinho e Nikão

METAS:
CHAPECOENSE: Matheus Ribeiro (12’2T)

ATLÉTICO-PR: Cristão (43 ‘2T)

CHAPECOENSE: Keiller; Matheus Ribeiro, Ignácio, Joílson, Jordan e Busanello (Mancha); Moisés Ribeiro (Ronei), Anderson Leite e Lima; Mike (Kaio Nunes) e Rodrigo Silva (Perrotti).
Técnico: pintado

ATLÉTICOPR: Santos; Pedro Henrique, Thiago Heleno e Zé Ivaldo (Pedro Rocha); Marcinho (Khellven), Richard (Christian), Léo Cittadini e Abner (Pedrinho); Nikão, Terans e Kayzer (Bissoli).
Técnico: Alberto Valentine
Deixe o seu comentário


.

Deixe uma resposta