Com uma nova variante, Bolsonaro discute quarentena para voos vindos da Argentina: ‘O Brasil não suporta um novo bloqueio’ #politica

Link do nosso grupo simhttps://chat.whatsapp.com/EYIF9MIL0C9Ksg3Ju1VBsk


Diante do risco de proliferação de uma nova variante do coronavírus – que tem preocupado autoridades sanitárias em todo o mundo -, o presidente Jair Bolsonaro (não partidário) afirmou que conversou sobre o assunto com o presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antônio Barra Torres, é o Ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira (PP), para estabelecer um quarentena de quatro dias de passageiros vindo de avião de Argentina.

“Falei com o almirante Barra, que é da Anvisa, com Ciro, que é chefe da Casa Civil, nós discutimos Argentina. Quem vem de carro da Argentina, não tem problema. Quem vem de avião tem que ficar quatro dias em quarentena. Vou tomar medidas racionais. Carnaval, por exemplo, eu não vou “, disse, em entrevista, após participar de cerimônia no Vila Militar, no Rio.

Não ficou claro se o presidente se referiu à Argentina especificamente ou usou o país como exemplo de novas medidas para várias nações. O presidente foi questionado sobre a possibilidade de fechar a fronteira para estrangeiros, no contexto de crescente preocupação internacional com a nova variante do coronavírus descoberta na África do Sul.

Bolsonaro: “O que tem que ser feito? Prepare-se. Mas o mundo, o Brasil não aguenta um novo bloqueio” – Foto: Imagem Valor Econômico

A nova variante, detectada no África do Sul, foi chamado omicron e preocupa os cientistas com sua capacidade de sofrer mutação. JExistem casos confirmados na Bélgica, Israel, Hong Kong e Botswana.

“Tudo pode acontecer, uma nova variante, um novo vírus. O que deve ser feito? Prepare-se. Mas o mundo, o Brasil não suporto um novo confinamento. Você vai condenar todos à miséria? A miséria também leva à mort3*. Não adianta ficar com medo, é enfrentar a realidade ”, disse.

Em nota técnica divulgada nesta sexta-feira (26), o Anvisa recomenda controle mais rígido, a título temporário, em relação ao desembarque de passageiros de voos de seis países do África devido à nova variante de coronavírus, identificado como B.1.1.529.

Bolsonaro participou da solenidade em comemoração aos 76 anos da Brigada de Infantaria Paraquedista, na Vila Militar, em Deodoro, bairro da Zona Oeste carioca. , formada há 25 anos, em 1995 e 1996. pandemia, idosos do ano passado foram homenageados com este ano.

Além de Bolsonaro, o vice-presidente da República Hamilton Mourão; os ministros da Defesa, General Braga Netto, e a Secretaria-Geral, Luiz Eduardo Ramos; o comandante do Exército, Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira; deputados federais; a estatal Alana Passos (PSL-RJ); e o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ), filho do presidente.

Deixe uma resposta