» Siga o MELHOR conteúdo do @radialistapessoa no Instagram e fique por dentro de tudo que acontece em sua cidade.

O Presidente da República, Jair Bolsonaro (nenhuma parte), está nos Estados Unidos para participar da Assembleia Geral de UN. O evento aconteceu em Nova York e, como tradição há décadas, o governo brasileiro é quem abre o evento.

Ao passar pelos Estados Unidos, o presidente enfrentou algumas situações peculiares. Primeiramente, o prefeito de Nova York deu sua mensagem ao líder brasileiro: “Precisamos enviar uma mensagem a todos os líderes mundiais, incluindo mais notavelmente o Bolsonaro do Brasil, que se você está vindo para cá, deve estar vacinado. Se você não quer se vacinar, não se incomode em vir, pois todos deveriam estar juntos“.

Por não se vacinar, Bolsonaro é parado na porta de estabelecimentos comerciais e teve que comer uma pizza na rua no último domingo (19). NY tem medidas rígidas e só permite que pessoas vacinadas entrem em estabelecimentos comerciais que servem refeições.

Bolsonaro tomou o café da manhã em um salão. Os empregados do estabelecimento de alojamento não o impediram de realizar esta refeição em recinto público fechado. O presidente fez questão de confirmar, a Boris Johnson, que não tomou nenhuma dose do imunizante.

Jair Bolsonaro encontrou manifestantes em um dos prédios em que estava. Os ministros que o acompanhavam fizeram gestos obscenos para essas pessoas. Antes de fazer o discurso de abertura, ele se encontrou com o presidente da Polônia, Andrejz Duda.

Ainda em sua passagem pela cidade americana, outro fato que merece destaque aconteceu na fala de Bolsonaro. Durante o discurso, ele defendeu o tratamento precoce contra a Covid, ou seja, fez a defesa de um medicamento que não tem eficácia comprovada.

Fonte i7news

.

Deixe uma resposta