» Siga o MELHOR conteúdo do @radialistapessoa no Instagram e fique por dentro de tudo que acontece em sua cidade.

https://audio.audima.co/audima-widget.js

Luiz Thadeu já viajou por 143 países

Na semana passada, embarquei em um avião, em um vôo de duas horas, e pousei no moderno aeroporto de Salvador, que não visitava há vários anos. Depois de um ano e meio sem viajar, quebrei um longo jejum. Desde o início da pandemia do coronavírus, minhas viagens são apenas pelas ruas estreitas e encostas da minha Ilha do Amor. Eu estava abstinente de voar.

Três adiamentos da viagem, finalmente desembarquei na capital baiana, em uma tarde ensolarada de domingo. Quem me esperava era um amigo, que conheci em um trabalho, em Fortaleza, no longínquo ano de 2000.

Hidelbrando Valadares, o baiano de Feira de Santana, é um amigo que cultivei desde aquela época; Eu estava trabalhando com ele, em 2003, em João Pessoa, quando sofri um grave acidente, mudando minha trajetória para sempre.

Homem de meios, sem excessos, encontrei um Hidelbrando sereno, gozando de tudo de melhor que seus recursos podem lhe garantir. Ele me hospedou por dois dias, sempre gentil e generoso. Ele me apresentou a seu seleto grupo de amigos em diferentes jantares. Conheci Arnaldo Lemos de Sousa e Eduardo Mascarenhas, colegas de Direito, amizades distantes e sólidas. Sentei-me à mesa como um contador de histórias, mas Arnaldo logo assumiu, com histórias únicas e hilárias. Arnaldo, advogado de formação, juiz de direito, mas a sua melhor versão é a de um cronista, cativado pelos relatos de casos vividos e vividos. Ouvi-lo é uma delícia. Eu passava horas absorvendo suas histórias.

Em outro jantar, Hidelbrando e eu dividimos mesa com Antônio Carlos Silva e sua namorada Vanessa. Já tinha ouvido falar do Antônio Carlos desde a época de seu trabalho em Fortaleza. Gentil, educado, atencioso, Antônio Carlos, baiano que mora em Brasília, estava de férias em Salvador.

Hidelbrando e Antônio Carlos se conheceram como concorrentes, ambos são redatores, e sempre participaram dos mesmos concursos de frases, para produtos veiculados na mídia. Eles alternaram prêmios, até uma daquelas coincidências na vida, eles se conheceram pessoalmente, nunca mais se separaram. Até mesmo uma viagem para a África do Sul foi feita junto, compartilhando o mesmo prêmio. Na viagem para a África do Sul estava Arnaldo.

Hidelbrando tem o dom de aproximar as pessoas, embora seja um eremita: preza pela paz de espírito e pela individualidade. Uma coisa sábia, conquistada com o tempo.

De Salvador segui minha viagem até Aracaju, um lugar que me surpreendeu positivamente: gente limpa, tranquila, bucólica, praiana e simpática e atenciosa.

Na rodoviária de Aracaju esperava-me Luís Roberto Freitas, velho amigo e colega da bancada escolar do antigo Colégio Batista Daniel de La Touche, referência no ensino e disciplina na nossa cidade.

Conheço o Luís Roberto há 50 anos, desde o 4º ano do antigo primário, quando estávamos matriculados na mesma turma. Participamos de cursos primários e científicos por sete anos. Após esse período, nos separamos, cada um percorrendo caminhos diferentes. Não ouvimos mais um do outro. Ele foi morar fora de São Luís e, por causa do trabalho, morou em diversos lugares do Brasil, até mesmo no exterior, e serviu na Embaixada do Brasil em Buenos Aires.

Luís casou-se com uma colega de classe de Batista, Maria Goretti, que deu frutos com os filhos Igor e Lorena. Hoje a alegria do casal está voltada para suas lindas e inteligentes netas gêmeas, Maria Laura e Maria Geovana.

Luiz sendo entrevistado pela TV Sergipe

Durante minha estada em Aracaju, fiquei com alguns amigos de longa data, e assim tivemos a oportunidade de revisitar muitas coisas e pessoas de uma boa época que nunca mais voltarão.

Luís Roberto é o Inspetor Geral da Polícia Criminal de Sergipe, e graças à sua influência e intermediação, falei para três públicos diferentes.

Em dois encontros falei para turmas do Curso de Formação de Polícia Criminal, para jovens construindo suas vidas e futuro. Como minha matéria-prima são os sonhos, tive a oportunidade de falar sobre minha recuperação após cinco anos presa em leitos de hospitais, 43 cirurgias e minhas andanças pelo mundo.

Falar aos jovens é sempre um aprendizado, uma troca de experiências e, como estou aprendendo continuamente, ouvi relatos muito interessantes deles.

Conheci o jornalista Antônio Garcia através do Luís Roberto e passamos a ter um contato virtual. Garcia foi me encontrar em um shopping em Aracaju, para que eu pudesse aproveitar sua presença e atenção. Antônio Garcia escreveu um excelente artigo em que gentilmente me compara com Phileas Fogg, do livro “Volta ao Mundo em 80 Dias”, do escritor francês Júlio Verne. São essas pequenas deferências que alegram meu coração e são boas para o espírito.

Leia também: Luiz Thadeu, do Maranhão Phileas Fogg, palestra em Aracaju

Quando visitei o Deserto do Atacama em julho de 2018, jantei com um casal sergipano, que era muito viajado. Continuei mantendo contato com Igor, e nesta visita a Aracaju, tive a oportunidade de reencontrá-lo com sua esposa Mônica. Almoçamos juntos, convidados pelo casal, um ótimo encontro em volta da mesa, boa comida e ótimas conversas. O Luís Roberto acompanhou-me, e devidamente apresentados ao casal, trocaram contactos.

Longe de eu ser um Dale Carnegie (1888-1955), autor americano do best-seller “Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas”, que li aos treze anos, cujos ensinamentos ainda são atuais para mim.

Sempre digo que sou um homem sem grandes talentos: não sei cantar, jogar futebol ou assobiar, mas Deus, em sua infinita bondade, me deu a capacidade de atrair e preservar amizades com pessoas boas, gentis e generosas que fazem minha jornada mais leve.

Agradeço a todos pela atenção, carinho, gentileza e generosidade, que fazem parte da minha história, que mesmo com o passar do tempo, conseguimos manter a chama acesa e acesa da amizade.

Luiz Thadeu volta mais leve para a Ilha do Amor

Luiz Thadeu Nunes e Silva
Agrônomo, Palestrante, Cronista e Viajante: o sul-americano mais viajado do mundo com mobilidade reduzida, visitou 143 países em todos os continentes.

console.log (‘Aud01’);

O post Conectando Pessoas apareceu pela primeira vez em Só Sergipe.

Deixe uma resposta