» Siga o MELHOR conteúdo do @radialistapessoa no Instagram e fique por dentro de tudo que acontece em sua cidade.
A Expo 2020 foi inaugurada oficialmente hoje (30), em Dubai, em cerimônia de uma hora e meia, com a presença de autoridades dos Emirados Árabes Unidos, apresentações musicais de artistas internacionais, apresentações cênicas e desfile de bandeiras , semelhante às aberturas das Olimpíadas.

As exibições mundiais não atingem bilhões de espectadores nem a popularidade dos Jogos Olímpicos. Tampouco têm a grandiosidade das instalações olímpicas, embora também envolvam obras gigantescas e investimentos nas cidades-sede.

Mas, neste ano, a Expo 2020 ousou desafiar as Olimpíadas de Tóquio em pelo menos um aspecto: ser o maior evento com presença pública desde o início da pandemia.

Tanto a Expo Dubai quanto os Jogos de Tóquio foram adiados por um ano por causa do covid-19. Mas, ao contrário do evento esportivo, que não foi aberto ao público, a mostra que acontece nos Emirados Árabes Unidos receberá visitantes a partir de amanhã (1º).

E, se as expectativas dos organizadores se confirmarem, não serão poucos. A aposta é que 25 milhões de pessoas passarão pelos pavilhões de mais de 190 países e pela imensa cúpula do Al Wasl, com mais de 60 metros de altura, nos seis meses de evento.

“Todos estão se reunindo pela primeira vez desde o início da pandemia, para se conectar, trocar e aprender neste incrível palco global”, disse o secretário-geral do Bureau Internacional, Dimitri Kerkentzes, durante a cerimônia de abertura. des Expositions, autoridade internacional responsável pela organização de exposições mundiais

Dubai Expo 2020

Cerimônia de abertura da Expo 2020 – Reuters / AHMED JADALLAH / Direitos reservados

segurança pandêmica

Num evento com um público esperado de milhões de pessoas, é claro, há o desafio de garantir a segurança da saúde dos participantes contra a própria doença que fez com que a Expo fosse adiada. Embora as vacinas tenham conseguido reduzir as taxas de hospitalização e mortalidade, a pandemia ainda não acabou.

As autoridades de Dubai tomaram medidas não só para o evento, mas para recuperar uma de suas importantes fontes de receita: o turismo internacional. Por isso, também tentaram demonstrar que será possível garantir a segurança dos visitantes.

No início de setembro, o emir de Dubai, o xeque Mohammed bin Rashid Al Maktoum, se reuniu com os órgãos de controle da pandemia do país e disse que a exposição mundial aconteceria em um ambiente seguro.

“Estou confiante na capacidade de nossas equipes de garantir que a Expo 2020 aconteça em um ambiente que adote os mais altos padrões de segurança e proteção. Temos toda a capacidade técnica, recursos humanos e medidas de campo necessárias para garantir o melhor ambiente aos nossos hóspedes ”, disse o xeque na ocasião, segundo a agência de notícias estatal WAM.

Para entrar em Dubai, não será exigida prova de vacinação do viajante, mas é obrigatório que todos os estrangeiros que entram no emirado apresentem certificado de teste PCR negativo para covid-19. O teste deve ser realizado de 48 horas a 72 horas antes da partida, dependendo do país.

Alguns visitantes também precisam passar por um teste covid-19 no próprio aeroporto de Dubai. É o caso dos brasileiros, que precisam apresentar resultado negativo feito até 72 horas antes do embarque e ainda fazer o exame no aeroporto.

Até o resultado do exame realizado no aeroporto ficar pronto, em média 48 horas, o viajante permanece em quarentena. O passaporte recebe um código QR, que é colado na contracapa, e permite que as autoridades locais saibam se o viajante concluiu o exame e qual foi o resultado.

Mas muitas vezes não é necessário esperar 48 horas. A equipe de reportagem de Agência Brasil, por exemplo, realizou o exame na noite desta quarta-feira (29) e, na madrugada do dia seguinte (30), já havia recebido o resultado, por meio de SMS enviado pelo laboratório.

Trabalhadores são fotografados ao lado do logotipo da Expo 2020, antes da cerimônia de abertura em Dubai

Trabalhadores da feira internacional tiram fotos, na véspera da abertura ao público – Reuters / RULA ROUHANA / Direitos reservados

Expo 2020

Expo 2020 tem seus próprios protocolos de segurança sanitária. Para entrar na feira, quem tiver 18 anos ou mais deve apresentar comprovante de vacinação do país de origem ou apresentar resultado negativo para covid-19, realizado com teste de PCR até 72 horas antes.

É possível fazer o teste gratuitamente na entrada da própria feira, mas você terá que esperar quatro horas para sair o resultado. Além disso, protocolos regulares para covid-19 são necessários: uso obrigatório de máscara e manutenção de uma distância mínima de 2 metros de uma pessoa para outra.

Funcionários, participantes internacionais, voluntários e prestadores de serviço foram obrigados a se vacinar, segundo informações da assessoria de imprensa do evento.

“Enquanto nos preparamos para receber turistas nos Emirados Árabes Unidos e visitantes da Expo 2020, precisamos aumentar ainda mais nosso sucesso no combate ao covid-19, onde vimos um declínio de quase 84% nos casos nos últimos oito meses. Nosso compromisso com a saúde e segurança de todos os visitantes, participantes e equipes continuará sendo nossa prioridade número um. Continuaremos seguindo a orientação de nossos especialistas em ciência e medicina, ajustando nossas medidas conforme o adequado em nosso compromisso de hospedar uma experiência excepcional que todos possam desfrutar ”, disse o diretor-geral da feira e também ministro do governo, Reem bint Ibrahim Al Hashemy, em comunicado publicado pela agência WAM.

Não é à toa que os organizadores desejam transmitir confiança aos visitantes. Ao custo de bilhões de dólares em exposições e intervenções no sistema de transporte do emirado, Dubai aposta na Expo 2020 para impulsionar sua economia, afetada pela pandemia.

A expectativa do governo local é de que a feira gere dividendos principalmente para os setores de turismo e transporte internacional, que foram os mais afetados pelo covid-19.

O Departamento de Desenvolvimento Econômico de Dubai estima que neste ano a economia cresça 3,1%. Para 2022, o crescimento esperado é de 3,4%, alavancado justamente pela exposição mundial, divulgada pela agência WAM.

* Repórter viajou a convite da Apex-Brasil

Deixe uma resposta