Investigações apuram sonegação de R$ 42 milhões de ICMS em Sergipe


» Siga o MELHOR conteúdo do @radialistapessoa no Instagram e fique por dentro de tudo que acontece em sua cidade.

A unidade policial atua na investigação de crimes em âmbito estadual e na identificação dos dirigentes dessas empresas, que nem sempre são os sócios, mas atuam em crimes tributários.

Com base na constatação da Fazenda, as investigações são iniciadas, segundo a delegada Annecley Figueiredo.

“A Deotap tem competência para apurar e apurar todos os crimes tributários e contra a administração pública em geral. Em 2021, intensificamos o trabalho de combate à sonegação fiscal em parceria com a Fazenda. Todos os débitos tributários que se enquadram em crimes tributários são encaminhados e notificado ao Deotap. Aqui é aberto o inquérito, com posterior encaminhamento ao Judiciário ”, disse.

Segundo o delegado, a evasão fiscal vai além de prejudicar os cofres públicos, pois impacta os investimentos da sociedade, como educação e saúde pública.

Deixe uma resposta