Grupo de notícias clique aqui

Os servidores de Banco Central (BC) decidiu nesta sexta-feira (30/06) iniciar o chamado “funcionamento padrão” a partir da próxima segunda-feira (3/07). A medida, embora não constitua greve propriamente dita, tende a atrasar os Serviços e o desenvolvimento de novos produtos, como o “Pix Automático”.

A decisão foi tomada em reunião do Sindicato Nacional dos Empregados do Banco Central (Sinal) na véspera, com aprovação de 95% dos presentes.

Os servidores decidiram que vão intensificar ações como o reagendamento da sessão plenária do chamado “Fórum do Pix”, além de possíveis “atrasos ou interrupções em diversos outros Serviços do BC”. Não há detalhes exatos sobre quais frentes podem ser afetadas.

Insatisfação no BC

Os funcionários do Banco Central aumentaram a pressão sobre o Governo federal desde o ano passado, com críticas à falta de valorização salarial, planos de carreira e o que é visto como uma “assimetria” em relação aos demais funcionários.

Historicamente considerado um funcionalismo de alto nível, o grupo questionado que a abertura de novas frentes de atuação da instituição e as metas regulatórias, do Pix às criptomoedas, não foram acompanhadas de novos concursos ou regulamentação de jornada de trabalho.

Em 2022, Funcionários do BC realizaram uma das maiores greves da história da instituição. Este ano, os trabalhadores continuam a fazer paragens pontuais, por algumas horas e apenas em dias específicos.

Demora no Pix Automático

Nesta semana, Mayara Yano, associada sênior do Banco Central, disse que mobilizações no BC podem atrasar o lançamento do Pix Automático. A ferramenta, que seria um opção ao débito direto atualestá oficialmente previsto para ser lançado em abril de 2024.

“O Banco Central vive uma crise de recursos humanos. São dez anos sem concurso público para a entrada de mais profissionais. E há um forte movimento em prol da valorização e correção das assimetrias. Portanto, este cronograma (do Pix Automático) pode mudar dependendo da movimentação dentro do BC”, disse Yano em evento da Febraban, a federação dos bancos.

Originalmente publicado em https://www.metropoles.com/negocios/insatisfeitos-servidores-do-bc-iniciam-mobilizacao-na-proxima-semana