» Siga o MELHOR conteúdo do @radialistapessoa no Instagram e fique por dentro de tudo que acontece em sua cidade.
Um jovem de 21 anos foi preso em flagrante delito pela Polícia Civil, através do Setor de Investigações Gerais (SIG), da Delegacia de Ladário, por prática de “sextorção”. A prisão ocorreu na tarde desta quinta-feira (30). De acordo com as investigações, o suspeito utilizou um falso perfil feminino no WhatsApp e no Facebook, para o qual estava flertando com homens nas redes sociais citadas.

Depois de criar certa intimidade, o autor conseguiu obter fotos e vídeos íntimos das vítimas e, logo em seguida, ameaçou divulgar as imagens caso não pagassem a quantia exigida ou praticassem atos libidinosos com ele.
O suposto autor foi preso no ato, tendo em vista que enquanto a vítim* registrava o Boletim de Ocorrência na Delegacia, o suspeito exigia a quantia de R $ 5 mil, usando perfil falso do WhatsApp, sob pena de revelar o material íntimo. Na ocasião, a polícia do SIG identificou o suspeito e seu endereço e efetuou a prisão em flagrante.

Os depósitos da vítim* ainda foram encontrados em nome do suspeito. Um celular foi apreendido e constatou-se que o chip utilizado era o mesmo utilizado nas conversas com o perfil falso.
Sextorsão “- A nomenclatura” sextorção “é uma definição doutrinária quando o criminoso obtém ou tem em sua posse fotos e vídeos sensuais – popularmente conhecidos como” nus “- e passa a exigir vantagens da vítim* por meio de chantagem e, caso ela não dê aos seus desejos, ameaça divulgar matéria íntima Neste caso, por se tratar de chantagem financeira, a conduta foi classificada como extorsão (art. 158 do CP), com pena de reclusão de 4 a 10 anos.
A investigação continua para determinar a extensão dos fatos e das novas vítimas.

Fonte: Jd1

    .

Deixe uma resposta