Jovens são maioria nos atendimentos por síndromes gripais em Aracaju

O frio provoca um aumento das infecções respiratórias;  veja como cuidar


(Foto: Freepik)

O Relatório de Monitoramento de Indicadores Epidemiológicos Precoces, instrumento elaborado pela Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), para acompanhar e monitorar dados sobre a covid-19 no município, aponta prevalência de adultos, na faixa etária de 20 a 29 anos, em consultas com sintomas gripais na Semana 25 (entre 19 e 25 de junho), grupo para o qual foram realizadas 458 consultas nas unidades de saúde da rede municipal. No mesmo período, o estudo registrou um aumento de 217% em casos novos/dia.

Ainda segundo o relatório, segmentando os dados de atendimento à criança, predomina a faixa etária de 0 a 4 anos, com 269 atendimentos. “Em relação à semana anterior, houve redução de 25,5% nessa faixa etária, e o número de maiores de 15 anos atendidos em maior número, com 1.954”, explica a secretária de Saúde de Aracaju, Waneska Barboza.

Classificando por faixa etária, o documento aponta que as três faixas etárias com maior procura, entre os dias analisados, foram pessoas entre 20 e 29 anos (458 atendimentos), 30 a 39 anos (440 atendimentos) e 40 a 49 anos antigo (428 chamadas).

Os indicadores também revelaram um aumento de 32% no atendimento por queixas respiratórias na rede municipal de saúde, passando de 269 (na semana anterior) para 355 atendimentos por dia.

“Quanto mais pessoas se vacinarem, completarem o calendário vacinal e, sobretudo, buscarem a dose de reforço, teremos um cenário epidemiológico cada vez mais favorável. E alertamos aquelas pessoas que testarem positivo ou ainda apresentarem sintomas gripais, que apliquem as medidas sanitárias necessárias, principalmente o uso de máscara e isolamento”, orienta a secretaria.

muitos dados

O Relatório de Monitoramento de Indicadores Epidemiológicos Precoces, atualizado semanalmente, analisa dados dos serviços da rede municipal, como internação, atendimento de síndrome gripal nas unidades de saúde, positividade média, evolução dos pacientes internados, entre outras informações.

Como aponta o documento divulgado nesta terça-feira (28), na semana 25 (entre 19 e 25 de junho) a positividade dos exames foi de 19,64%. Ao avaliar a variação do número de casos de síndrome gripal registrados no e-SUS (Sistema de Informatização da Atenção Básica), houve um aumento de 44,5% nas notificações em relação à semana anterior (sendo esta a quarta semana consecutiva de aumento).

A média de internações diárias entre a semana anterior e a atual registrou alta de 150%; seis internados por dia na semana 24 e 15 internados por dia na semana 25, na média diária.

“Das 23 internações por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS), registradas na semana 25, até o momento, dez pacientes internados neste período tiveram a covid-19 como causa”, destaca a secretaria de Saúde de Aracaju.

Fonte: PMA

Deixe uma resposta