» Siga o MELHOR conteúdo do @radialistapessoa no Instagram e fique por dentro de tudo que acontece em sua cidade.

A Justiça de Sergipe condenou, nesta quinta-feira (14), um homem pela mort3* de sua esposa a marretas. Depois de um julgamento que durou mais de 24 horas, ele foi condenado a 21 anos e quatro meses de prisão fechada. A defesa disse que já interpôs recurso.

O crim3 ocorreu em 11 de maio de 2019, na casa do casal. Na época, a versão apresentada pelo marido era que elas estavam em casa, com o filho que dormia, quando foram vítimas de um assalto onde foram agredidas e a esposa morr3u*.

A mulher foi m0rta* com uma marreta e, durante as investigações, foi constatado que não havia nenhuma terceira pessoa no local do crim3. Além disso, contradições nas declarações levaram ao pedido de prisão do marido da vítim*.

Com a conclusão da investigação, foi indiciado por homicídio quádruplo qualificado: entre os apurados está o motivo de base, o feminicídio, a indisponibilidade de defesa da vítim* e a forma cruel com que foi cometido o crim3.

No g1, a defesa afirmou acreditar na inocência do arguido, com base na ausência de provas, visto que a condenação foi efectuada com base em provas.

Deixe uma resposta