» Siga o MELHOR conteúdo do @radialistapessoa no Instagram e fique por dentro de tudo que acontece em sua cidade.
A possibilidade de Jair Bolsonaro ser responsabilizado pelo genocídio contra os povos indígenas divide a CPI da Covid. O relator, Renan Calheiros, já está determinado a responsabilizar o presidente pelas mortes causadas por omissões do governo em relação aos povos tradicionais.

LINHA DIVISÓRIA

Dois senadores do grupo majoritário da comissão já disseram em debates internos que não estão convencidos da acusação de Bolsonaro por genocídio: o presidente da comissão Omar Aziz (PSD-AM) e Eduardo Braga (MDB-AM).

LINHA 2

Renan Calheiros baseia seu entendimento em informações coletadas na CPI e também em pareceres jurídicos entregues à comissão. “Todos foram unânimes”, disse o relator sobre a possível responsabilidade de Bolsonaro pelo genocídio.

LINHA 3

Os dados mostram, entre outras coisas, que a letalidade da doença entre os indígenas era maior do que entre os não tradicionais: 6,8% contra 5%. E aponta para uma possível subnotificação de casos.

FAMOSO NAS REDES

com MESQUE LEG, VICTORIA AZEVEDO, BIANKA VIEIRA e MANOELLA SMITH

PRESENT LINK: Você gostou deste texto? O assinante pode liberar cinco acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.

    .

Deixe uma resposta