No Rio, Lula tem 46%, contra 31% de Bolsonaro, aponta Ipec



São Paulo – Uma pesquisa do Ipec divulgada nesta segunda-feira (23) indica que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera com larga margem a disputa pelo Palácio do Planalto entre os eleitores do estado do Rio de Janeiro. O candidato do PT tem 46% das intenções de voto na pesquisa estimulada, contra 31% de Jair Bolsonaro (PL). Assim, no reduto de Bolsonaro, Lula tem 15 pontos de vantagem sobre o atual presidente.

Ciro Gomes (PDT) aparece em terceiro lugar, com 4%. Logo atrás, empatado na margem de erro – que é de três pontos percentuais – aparece João Doria (PSDB), que ontem abandonou a disputa oficialmente. Em seguida, com 1% cada, estão André Janones (Avante), Luiz Felipe d’Ávila (Novo), Simone Tebet (MDB) e Vera Lúcia (PSTU).

Eymael (DC), Leonardo Péricles (UP), Luciano Bivar (União), Pablo Marçal (Pros) e Sofia Manzano (PCB) não pontuaram. Além disso, os votos em branco e nulos somam 7%. Quem não sabe ou não respondeu, 5%.

Na pesquisa espontânea, que não mostra a lista de candidatos, Lula tem 10 pontos à frente de Bolsonaro. Assim, 37% dos eleitores do Rio de Janeiro afirmaram que votariam no ex-presidentecontra 27% que optariam pelo ocupante atual do Planalto. Ciro e Doria aparecem com 2% e 1%, respectivamente. Os demais candidatos pontuaram menos de 1%. Nesse cenário, os espaços em branco e nulos somam 10%. Outros 22% não souberam ou não responderam.

Estado governamental

O IPEC também ouviu a opinião dos eleitores cariocas sobre a disputa pelo governo do estado. Em um dos cenários, o atual governador Cláudio Castro (PL) e o deputado federal Marcelo Freixo (PSB) estão tecnicamente empatados. Castro tem 17%, enquanto Freixo tem 16%.

Em terceiro lugar, com 8%, aparecem Rodrigo Neves (PDT), tecnicamente empatado com Eduardo Serra (PCB), com 6%, e Cyro Garcia (PSTU), com 5%. Felipe Santa Cruz (PSD, 2%) e Paulo Ganime (Novo, 1%) fecham a lista. Brancos e nulos somam 30%, enquanto 13% não souberam ou não responderam.

Em outro cenário, mais amplo, Castro e Freixo aparecem empatados na liderança com o ex-prefeito Marcelo Crivella. O atual governador ficou com 16%, o mesmo índice de Crivella. Ash aparece em seguida, com 15%. Neves obteve 6%; Serra, 3%; Santa Cruz, 2% e Ganime, 1%. Outros 25% devem votar nulo ou em branco e 12% não souberam ou não responderam.

Crivella, que ainda não decidiu se será candidato, aparece como o mais rejeitado: 32% disseram que não votariam nele de jeito nenhum. Ash ficou em segundo lugar, rejeitado por 27%. Castro, o atual governador, tem uma taxa de rejeição de 27%.

Senado

Na disputa pelo Senado, o atual senador Romário (PL) lidera, com 29%. Cabo Daciolo (PDT) aparece em segundo lugar, com 10%. Os deputados Alessandro Molon (PSB) e Daniel Silveira (PTB), ficam juntos em terceiro lugar, com 8%. Silveira, no entanto, deve permanecer inelegível, apesar do perdão de Bolsonaro, após ser condenado pelo STF. André Ceciliano (PT) e Luciana Boiteux (Psol) fecham a lista, com 4% e 2%, respectivamente. Outros 24% devem votar em branco ou nulo, e 11% não souberam ou não responderam.

Para as pesquisas, o IPEC entrevistou 1.008 eleitores no Rio de Janeiro pessoalmente, entre os dias 19 e 22 de maio. O nível de confiança, segundo o instituto, é de 95%. Os inquéritos foram registrados no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-04025/2022 e no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sob o protocolo nº RJ-07114/2022.

A postagem No Rio, Lula tem 46%, contra 31% de Bolsonaro, aponta Ipec apareceu primeiro em Rede atual do Brasil.

Deixe uma resposta