Nubank fecha abaixo do preço do IPO e renova mínima recorde #economia

Link do nosso grupo simhttps://chat.whatsapp.com/EYIF9MIL0C9Ksg3Ju1VBsk


As ações de Nubank teve queda firme hoje, de 3,67%, no Bolsa de Valores de Nova Iorque, a US$ 8,67. Com isso, a empresa é negociada abaixo do preço definido no IPO, US$ 9, e renovou sua baixa histórica de fechamento. As bolsas americanas registraram perdas hoje. O Dow Jones encerrou a sessão em queda de 0,49%, a 36.113,62 pontos, enquanto o S&P 500 perdeu 1,42%, a 4.659,03 pontos e o Nasdaq caiu 2,51%, a 14.806,81 pontos. .

O pregão foi marcado pela venda de ações do setor de tecnologia, que despencou após ganhos nos últimos pregões. Hoje foi anunciado que o Indicador de Preços ao Produtor (IPP) desacelerou em dezembro, em seu corte mensal, mas atingiu recorde anual. Os pedidos de seguro-desemprego, por sua vez, voltaram a superar as expectativas, totalizando 230 mil.

De acordo com uma pesquisa do site MarketWatch, Ação do Nubank tem nove recomendações de “compra”, três “neutras” e apenas uma de “venda”. O preço-alvo médio é de US$ 12,40. Desde sua estreia, em 9 de dezembro, a participação acumula queda de 3,67%. No mesmo período, o índice Nasdaq caiu 6,21%.

O anúncio do Citi ontem de que está interessado em vender sua unidade no México gerou uma série de especulações sobre potenciais compradores, incluindo o Nubank. Em seu prospecto de IPO, o Nubank tinha 760 mil clientes no México em setembro, com NPS de 94 pontos. Diz ainda que em menos de dois anos desde o lançamento das operações no país, no início de 2020, já se tornou o maior emissor de cartões de crédito, superando players tradicionais como Banco Azteca, Santander México, HSBC, BanCoppel e Banamex.

Aplicativo Nubank — Foto: Reprodução


.

Deixe uma resposta