Número de acidentes com escorpiões cresce 28,2% em Aracaju

Número de acidentes com escorpiões cresce 28,2% em Aracaju



Um levantamento realizado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Aracaju mostrou que o número de acidentes por escorpiões aumentou 28,2% nos primeiros quatro meses deste ano, em relação ao mesmo período de 2021.

Para se ter uma ideia, no ano passado foram 198 acidentes por escorpiões, este ano foram 254. O supervisor de endemias do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), José Bonfim Oliveira, alerta sobre o período chuvoso e a maior probabilidade de animais como aranhas, cobras e escorpiões se abrigam em locais escuros e aquecidos, como armários, rachaduras nas paredes ou até sapatos.

“Muitos acidentes são registrados em situações rotineiras, manuseando gavetas, caixas, calçando sapatos ou até mesmo trocando de roupa. No caso do escorpião, ele não se alimenta de sangue humano, e sua picada é um mecanismo de defesa. Quando isso ocorre, a orientação é que a pessoa procure atendimento na rede de emergência”, explica José.

Além disso, o supervisor orienta que, se possível, o animal seja capturado para análise. “A pessoa deve colocar em uma garrafa e levar com ela quando procurar atendimento médico. Esse animal será encaminhado ao CCZ para que possamos monitorar a espécie”, enfatiza.

Segundo José, a população também pode contribuir para a prevenção do aparecimento de animais peçonhentos, evitando o acúmulo de lixo e entulhos e limpando casas e quintais constantemente. “Outra diretriz importante é colocar telas em bueiros e bueiros, pois ajudam a afastar não só o escorpião, mas outros animais peçonhentos e prevenir outras doenças”, completa Bonfim.

Moradores de Aracaju que identificarem a presença de escorpiões ou a disseminação de outros animais peçonhentos podem entrar em contato com o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) pelo telefone (79) 3179-3565.

Deixe uma resposta