Opinião – Sobre Trilhos: Trens maiores tiram quase 800 composições do principal corredor ferroviário do país

Opinião - Sobre Trilhos: Trens maiores tiram quase 800 composições do principal corredor ferroviário do país


A implantação de trens com mais vagões no corredor principal da agronegócio no país, entre Rondonópolis (MT) e o porto de Santos, fez com que cerca de 800 viagens deixassem de ser feitas somente em 2021.

A sistema de trens com 120 vagões foi implantado pela concessionária Rumo em março do ano passado, com o objetivo de reduzir custos e, ao mesmo tempo, transportar mais cargas até o porto do litoral paulista. Até então, eram utilizados apenas trens com 80 vagões.

Para isso, o plano iniciado em 2018 envolveu o mapeamento da tecnologia nas locomotivas, como é o carregamento em Rondonópolis, o tempo que leva para embarcar toda a carga, como ela percorreria todas as cidades de São Paulo e a chegada em Santos.

Um dos problemas é que a malha paulista é muito cortada. Criado principalmente entre o final do século XIX e as primeiras décadas do século passado, possui curvas irregulares e um layout que dificulta a operação de grandes composições. A rota foi ideal para o período de obter café nas fazendasjá que não havia outro meio de transporte de carga.

A proposta inicial da Rumo era usar cinco locomotivas para puxar os 120 vagões, mas após estudos durante 2021 concluiu-se que era possível fazer o trajeto entre a cidade de Mato Grosso e Santos com quatro locomotivas.

“Esse fator e a ajuda de tecnologias de condução semi-autônoma embarcada permitem um ciclo mais eficiente para atender as principais regiões produtoras do país”, afirma a concessionária.

A medida reduziu a emissão de gases e também fez com que o comprimento de cada trem passasse de 1,5 quilômetros para 2,2 quilômetros.

Segundo a concessionária, se as operações no formato antigo fossem mantidas em 2022, seriam necessárias mais de 40 locomotivas e 1.445 vagões para cumprir o mesmo ciclo que hoje é feito com 120 vagões.

No ano passado, foram realizadas 1.585 viagens com os 120 vagões, em comparação com os 2.377 que teriam que ocorrer para transportar a mesma carga se o trajeto fosse feito com trens menores. A redução é de 792 viagens.

Gerente executivo de planejamento da Rumo, Thiago Alvarenga disse que a operação já trouxe “ganhos operacionais expressivos” e que as perspectivas são melhores para este ano. A fase de testes indicou que a cada cem viagens com o trem maior, o ganho de combustível era equivalente a quatro trens.

A o agronegócio impulsionou O novo modelo de viagem da Rumo. O Imea (Instituto Mato Grosso de Economia Agropecuária) estima que a área plantada com soja crescerá 2,55% na próxima safra em relação à anterior, atingindo 11,13 milhões de hectares.

“A expansão inicial é pautada pela valorização do preço da oleaginosa, demanda aquecida e o cenário de preços favoráveis ​​dos subprodutos da soja, o que motivou alguns produtores a converter áreas de pastagens para agricultura, principalmente em regiões onde predomina a pecuária – nordeste, noroeste e norte”, diz o relatório do instituto.

Dos 6,5 trens por dia, em média, que a Rumo embarca em direção a Santos, cinco saem do terminal de Rondonópolis, com 74 mil toneladas por dia.

A forte demanda fez com que 11 trens fossem embarcados em um único dia, sendo 7 deles partindo de Rondonópolis.

Um trem desse porte não é inédito no país, pois existem outras ferrovias que transportam minério, por exemplo, com composições que chegam a 300 vagões. Em outros, porém, não é possível viajar com mais de 40 vagões.

Isso é determinado de acordo com a modernidade da ferrovia e a existência ou não de trechos de serra ou menor raio de curvatura, por exemplo.

A Rumo começou a operar trens de 120 vagões no segundo semestre do ano passado também a partir dos terminais de São Simão e Rio Verde, ambos em Goiás.

Com a mudança no tamanho dos trens, a capacidade de cada um passou do equivalente a 173 caminhões para 261 caminhões.


LINK PRESENTE: Gostou deste texto? O assinante pode liberar cinco acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.

Deixe uma resposta