Painel: Damares acha que a água da Argentina tem um vírus comunista, pergunta deputado do Podemos #politica

Link do nosso grupo simhttps://chat.whatsapp.com/EYIF9MIL0C9Ksg3Ju1VBsk


Deputado federal e presidente da diretoria Somos da Bahia, Bacelar diz que o governo Jair Bolsonaro é insensível e irresponsável e zomba do sofrimento das vítimas da tragédia no estado.

Nos últimos dias, o presidente aproveitou as férias em Santa Catarina para andar de jet ski e visitar o parque Beto Carrero World. Bolsonaro disse que espera não ter que encurtar seu dia de folga.

“Um governo insensível e irresponsável. As pessoas reclamam que só veem os aviões entrando e saindo. Onde estão as medidas concretas? Onde está a palavra do presidente sobre isso? Ele omite, zomba, zomba da miséria. Nunca visto tanto. irresponsabilidade “, diz Bacelar.

Ele, que foi secretário de Educação de Salvador, critica Bolsonaro por rejeitar ajuda oferecida pela Argentina. O presidente, que frequentemente critica Alberto Fernández por ser de esquerda, disse que a ajuda não era necessária.

“Nunca vi um país rejeitar a ajuda de outro. Será que Damares [Alves, ministra dos Direitos Humanos], quem viu Jesus subindo na goiaba, você acha que a água da Argentina tem o vírus do comunismo? Ou algum vírus g4y? ”Pergunta Bacelar.

Bacelar diz que os prefeitos têm procurado os deputados e estão desorientados, reclamando que a ajuda federal não chega.

“O prefeito de Mutuípe [Rodrigo Maicon (MDB)] perguntou-me água mineral. Tem prefeitos no primeiro ano de mandato, que não sabem o que fazer ”, afirma.

As inundações destruíram estradas, destruiu estoques de medicamentos e vacinas e deixou mais de 90.000 pessoas desabrigadas ou desabrigadas.

“Isso mostra o despreparo da máquina estatal para enfrentar essas situações. Todo começo de ano essas fortes chuvas caem no Brasil. Não temos recursos, não temos protocolos prontos para indicar como os governos devem agir. A tragédia chega e pega todo mundo com pressa. É uma coisa estrutural, algo da máquina pública brasileira. Talvez algo cultural, porque o brasileiro não privilegia a prevenção ”, finaliza.

PRESENT LINK: Você gostou deste texto? O assinante pode liberar cinco acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.

    .

Deixe uma resposta