Rapaz com deficiência intelectual é morto na Barreira do Vasco; moradores acusam PMs e fazem protesto

Rapaz com deficiência intelectual é morto na Barreira do Vasco; moradores acusam PMs e fazem protesto


Um menino com deficiência intelectual foi morto na madrugada desta sexta-feira (6) na Barreira do Vasco, comunidade de São Cristóvão, na Zona Norte do Rio.

A presidente da associação de moradores de favelas, Vânia Rodrigues, disse à TV Globo que Ruan do Nascimento, 27 anos, estava indo para a barbearia quando policiais militares do 4º BPM (São Cristóvão) entraram atirando na Rua Ricardo Machado. Isso teria acontecido por volta das 18h50.

Vânia disse que Ruan foi atingido e levado pelos próprios policiais ao Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier, mas não resistiu ao ferimento. A família permaneceu na unidade de saúde até a noite de sexta-feira.

Em protesto, moradores da comunidade atearam fogo em recipientes de lixo. A Polícia Militar ainda não se pronunciou sobre o caso.

Torcedor do Vasco, o presidente da associação de moradores disse que Ruan era muito conhecido e querido pelos membros das torcidas organizadas do clube.

Deixe uma resposta