Sergipe registra mais de 2 mil ocorrências policiais contra idosos


» Siga o MELHOR conteúdo do @radialistapessoa no Instagram e fique por dentro de tudo que acontece em sua cidade.

O estado de Sergipe registrou 170 inquéritos policiais e 32 termos de ocorrência (TCO) para apuração de crimes cometidos contra idosos no período de janeiro a setembro de 2021. Além de 242 inquéritos, que ainda precisam ser concluídos.

Segundo dados da Coordenação de Estatística e Análise Criminal (CEACrim), neste ano, a ocorrência com maior número de registros é o desfalque (961 ocorrências), seguido de furto (692), ameaça (388), lesão corporal (225), roubo (184), perturbação do trabalho ou paz de espírito (106), dano (103), lesão corporal (77), abuso (74) e difamação (56); totalizando 2.866 ocorrências.

A delegada Mariana Diniz destacou que o primeiro passo no combate à vi0lência* contra os idosos é a denúncia. “Estamos investigando várias denúncias, sejam anônimas ou registradas pessoalmente, além de casos que vêm da saúde e do Ministério Público. Por esse motivo, reforçamos a necessidade de denúncia, seja por meio do Disque-Denúncia 181 ou do Disque-100, pelos Direitos Humanos. Só então a Polícia Civil e demais órgãos de proteção atuarão no combate à prática da vi0lência* ”.

Segundo o delegado, os atos de vi0lência* contra os idosos são considerados atos que afetam a integridade física e psicológica, bem como os atos contra o património da vítim*.

“Infelizmente, os números de vi0lência* contra os idosos são altos. A maioria desses crimes são agressão física, maus-tratos, vi0lência* contra a propriedade do idoso, peculato de benefício do idoso, abandono e vi0lência* psicológica. É importante que a denúncia chegue até nós para que possamos responsabilizar o agressor ”, afirmou.

  • Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis ​​(DAGV) da Polícia Civil – plantão 24 horas – Aracaju e Região Metropolitana
  • Estações de polícia
  • Hotline 181
  • Disque 100

Deixe uma resposta