Sheik dos Bitcoins tenta vender mansão de R$ 64,5 milhões. Veja


O empresário Francisley Valdevino da Silva, dono de uma empresa que promovia o “aluguel” de criptomoedas e causou prejuízo de R$ 1,2 milhão para Sasha Meneghelanunciou a venda de sua mansão em Santa Catarina, apesar de cinco bloqueios judiciais na propriedade.

Francisco da Silva, também conhecido como Sheik dos Bitcoins, pede R$ 64,5 milhões pela casa de sete andares. São 17 suítes climatizadas, duas suítes presidenciais, sala de cinema para 15 pessoas, quatro salas de jantar (uma delas para 48 pessoas), duas adegas, spa e elevador.

Na parte externa, a mansão possui quadra poliesportiva, paredão rochoso de 16 metros com equipamentos de escalada, garagem coberta para 12 carros, sauna e jacuzzi com vista panorâmica e heliponto.

A propriedade fica no Condomínio Recanto dos Mares, a 50 quilômetros de Florianópolis.

para o jornal O Globo, o advogado Antonio Goto, que representa a rede de vendedores na operação de Francis, disse que a venda da casa servirá para financiar a recuperação do negócio e a liquidação de dívidas com investidores. Mas ele ressaltou que é necessário levantar os bloqueios judiciais antes disso. Ele também alega que Francisco da Silva não terminou de pagar pelo imóvel.

Uma certidão obtida pelo jornal mostra que o imóvel está em nome da Two Inergalaxy Administradora de Imóveis, empresa pertencente ao grupo Sheik dos Bitcoins. Segundo o documento, a casa foi comprada em outubro de 2020 por R$ 13 milhões.

Os clientes prejudicados pelo negócio conduzido por Francis não foram informados da venda e estão preocupados que o golpista desapareça após o recebimento do dinheiro. Além deste imóvel, estão à venda uma mansão em Angra dos Reis, barcos e um jato Francis.

Receba notícias de metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.


.

Deixe uma resposta