Grupo de notícias clique aqui

Avanços em IA (inteligência artificial) GPT-3, de OpenAIestão atingindo níveis surpreendentes de “humanização” – e são ainda mais convincentes do que muitas publicações feitas por humanos, aponta a pesquisa.

Publicado na revista Avanços da ciênciaeste estudo envolveu postagens em Twitter discutindo 11 tópicos científicos diferentes, desde vacinas e COVID-19 às mudanças climáticas e à evolução. Então, a equipe de Giovanni Spitale, principal autor da pesquisa, pediu ao GPT-3 que escrevesse novos tweets com informações precisas ou imprecisas.

Consulte Mais informação:

Conheça as etapas da entrevista:

  • Para testar se as criações de linguagem artificial poderiam passar por humanas, os pesquisadores fundiram conteúdo criado por IA com conteúdo feito por humanos;
  • Os entrevistados tiveram que discernir se os tweets foram feitos por humanos ou IA;
  • Com um final surpreendente, a maioria dos entrevistados era mais propensa a acreditar nas criações do GPT-3.

Em seguida, os entrevistadores pediram aos voluntários que distinguissem os conteúdos verdadeiros dos falsos das publicações, o que dificultou ainda mais a pesquisa — e comprovaram a tese de que o avanço do GPT-3 já é passível de substituição dos humanos.

As respostas foram coletadas virtualmente em um anúncio no Facebook e envolveram 697 participantes de diversos países, com destaque para Reino Unido, Austrália, Canadá, Estados Unidos e Irlanda.

Esses tipos de tecnologias, que são incríveis, podem ser facilmente transformados em armas para gerar tempestades de desinformação sobre qualquer assunto de sua escolha.

Giovanni Spitale, principal autor do estudo

Mas Spitale argumenta que esse não é o foco da ferramenta e que existem maneiras de torná-los mais difíceis de usar na promoção da desinformação. “Não é inerentemente ruim ou bom. É apenas um amplificador da intencionalidade humana”, acrescenta.

Com informações de The Verge

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

Originalmente publicado em https://olhardigital.com.br/2023/06/29/pro/tuites-gerados-por-ia-convencem-mais-do-que-feitos-por-humanos/