Vazão em Xingó: Kittly Lima cobra plano de recolhimento de animais

Vazão em Xingó: Kittly Lima cobra plano de recolhimento de animais

Link do nosso grupo simhttps://chat.whatsapp.com/EYIF9MIL0C9Ksg3Ju1VBsk


Com fluxo aumentado em Xingó, Kitty Lima exige plano de coleta de animais da Chesf e MPE (Foto: divulgação)

Após a Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) ter alertado nesta quarta-feira, 12, a população dos municípios às margens do Rio São Francisco sobre o aumento da vazão da Usina Hidrelétrica de Xingó, em Canindé do São Francisco, devido às fortes chuvas na Usina Hidrelétrica de Três Marias, em Minas Gerais, que afetam diretamente o nível d’água do Velho Chico, em Sergipe, e podem causar grandes prejuízos com enchentes, a deputada estadual Kitty Lima (Cidadania) acusou diretamente a Chesf de um plano de coleta os animais que terão seus habitats naturais afetados pelas águas e até mesmo aqueles que estão em situação de rua nesses municípios. Além disso, o parlamentar informou ao Ministério Público Estadual de Sergipe (MPE/SE) sobre o problema para que o órgão possa atuar junto à Chesf quanto às ações de retirada desses animais das áreas consideradas de risco.

Em ofício enviado à Chesf, Kitty Lima solicita à empresa, em parceria com as secretarias municipal e estadual de Meio Ambiente, que proceda com a retirada de todos os animais de áreas que possam ser afetadas pelas vazões de 2.500 a 4.000 m3s de nas águas do Rio São Francisco durante os dias 14, 16, 18, 20, 22 e 24 de janeiro. A preocupação do deputado é com a possibilidade de os animais se afogarem devido ao aumento do nível da água do Velho Chico.

“O alerta foi direcionado à população que pode se mobilizar para evitar danos materiais e garantir suas vidas, mas em relação aos animais que terão seus habitats afetados pelas águas, a Chesf não apresentou nenhum plano de coleta. É preciso pensar no bem-estar de todas as formas de vida e, por isso, a empresa não pode ignorar que esse fluxo pode colocar em risco inúmeras vidas de animais que não têm como se proteger”, explica Kitty.

“Enviamos um ofício à Chesf alertando sobre esse problema e exigindo um plano de ação para retirar esses animais das áreas de risco em parceria com os órgãos ambientais dos municípios envolvidos e o Governo do Estado. Também notificamos o MPE para que acompanhe de perto toda essa operação, orientando e dando todo o suporte necessário. Não podemos ficar calados”, reforça o deputado.

Nos últimos dias Kitty Lima tem recebido inúmeras mensagens de moradores de cidades ribeirinhas, principalmente de protetores autônomos, preocupados com a situação dos animais devido ao fluxo da Chesf, e diante da iminência das enchentes, a deputada exigiu da Administração Estadual do Meio Ambiente ( Adema), a Superintendência Especial de Recursos Hídricos e Meio Ambiente de Sergipe (SERHMA) e a Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente de Canindé do São Francisco, uma ação conjunta e emergencial para retirar animais de áreas consideradas de alto risco de inundação.

Segundo a Chesf, os municípios sergipanos que devem ficar em alerta devido ao fluxo são Brejo Grande, Canhoba, Canindé do São Francisco, Gararu, Ilha das Flores, Neópolis, Nossa Senhora de Lourdes, Poço Redondo, Porto da Folha, Propriá, Santana do São Francisco e Telha.

“Estarei acompanhando de perto o desenvolvimento de toda essa situação. Coloco-me à disposição de todos os municípios que precisam de ajuda, Chesf e Governo do Estado para unir forças nessa ação para garantir a vida tanto de moradores de comunidades ribeirinhas quanto de animais, e dar o exemplo de que toda vida importa”, afirma Kitty Lima.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Deixe uma resposta